Buscar

Como calcular baseline de projetos

Atualizado: 30 de Mai de 2018


Você já se deparou com metas irreais baseadas no achismo de algum gestor seu? Pois bem, você não é exceção e infelizmente esse tipo de problema é muito comum no ambiente corporativo.

Como tudo na vida, as metas de um projeto ou de planejamento anual de um departamento, devem ser baseados em dados e fatos.

Uma boa estratégia para definição de um baseline é baseada em gaps e médias móveis. Para explicar um pouco melhor utilizaremos o exemplo a seguir


Redução dos desperdícios de matéria-prima na operação


1 – Colete informações de resultados anteriores que possam ser acompanhados historicamente:

2 – Faça uma média móvel de 3 a 5 valores por média. Quanto menor a quantidade de dados, menor a quantidade de valores por média (Sugestão: até 50 dados, utilizar 3 dados por média | A partir de 50 dados, utilizar 5 dados por média)

3 – Calcular o valor da média aritmética do período (Coluna desperdícios) e identificar o melhor valor dentro da média móvel conforme o sentido da melhoria (se a meta for diminuir, identifique o menor valor, se a meta for aumentar, identifique o maior valor). Utilizamos a média móvel para que não utilizemos um dado muito baixo como meta, nem um dado muito alto, pois tanto um quanto outro podem ser causas especiais e representarem um período atípico ou com muitas interferências externas, exemplo: Sazonalidade do mercado, Eventos climáticos, variação de lote, Férias de colaboradores principais etc.

A média aritmética será seu baseline e o valor da média móvel será sua meta/desafio.


4 – Verificar qual a diferença da média em relação a melhor média móvel. Esta diferença (Gap) será seu desafio como meta. Caso a mesma, ainda assim, seja muito agressiva coloque uma porcentagem deste gap (25%, 50% ou 75%).

Cuidado: Verifique o período utilizado para construção do baseline (Média aritmética), pois ele será determinante na definição da meta. Se o histórico está com tendência de queda no decorrer do ano, fazer uma média anual pode fazer com que você já comece ganhando e dessa forma o objetivo não será desafiador. Da mesma forma que se a tendência for de alta no decorrer do ano, o projeto pode se tornar muito agressivo. Por esse motivo faça conforme a sugestão:

· Tendência de alta ou de baixa – Utilize os últimos 3 meses se os dados forem diários/semanais e os últimos 6 meses se os dados forem mensais.

· Variação grande no decorrer do ano – Utilize como média o ano inteiro.

Dica: Prometa sempre menos do que pode ser entregue. Quando se promete algo e superamos a expectativa é sempre melhor do que prometer algo muito desafiador e não entregar o planejado.

Boa sorte com seu projeto e sucesso!


Gostou do conteúdo? Quer se aprofundar mais neste assunto e se tornar um dos profissionais mais valorizados?


Inscreva-se na nossa próxima turma de Greenbelts em Lean Six Sigma e aumente seu valor no mercado, crescendo profissionalmente mais rápido e ganhando acima da média do mercado. Clique aqui e saiba mais.

850 visualizações
Brains desenvolvimento profissional
Fale conosco
E-mail: contato@brainsdp.com.br

Tel: (11) 99994-1121

Endereço
Av. Paulista, 171, 4ºandar  - Paraíso, São Paulo - SP, 01310-000

© 2016-2020 por Brains Desenvolvimento profissional

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube